Posted by: Aba Cohen | April 17, 2008

Cosmologia Moderna: O Universo Descascado – Modern Cosmology

(in English see below)

Esse é o título do seminário geral apresentado no Departamento de Física da UFMG nesta 6a-feira, dia 18/04 às 10:00. O astrofísico Luis Raul Weber Abramo apresentou o seminário para professores alunos e demais presentes. De um modo geral as apresentações são em nível menos técnico para que não-astrofísicos possam acompanhar.

 Foi discutido o modelo inflacionário do Universo -que nos últimos ~6bilhões de anos apresenta aceleração positiva- e as inúmeras QUESTÕES ABERTAS na cosmologia moderna. Segundo o palestrante são TANTAS as questões que garantem um futuro muito promissor para os astrofísicos. A questão da matéria escura (cerca de 90% da matéria bariônica do Universo –ou seja que interage gravitacionalmente-, responsável pelos efeitos dinâmicos observados na matéria visível = 10% do restante bariônico) está aparentemente resolvida. Há no entanto a questão da energia escura capaz, dentre outras coisas, de explicar a expansão acelerada: Uma quantidade imensa de energia que supostamente da ordem de 70% de TUDO existente no Universo, fazendo com que a  matéria visivel corresponda a apenas ~3% do todo. A criação de pares virtuais (exemplo: criação de um par pósitron/elétron por flutuações de campo no vácuo) seria sustentada (necessariamente) pelo universo em aceleração – conforme o modelo de de Sitter, é também ressuscitada a Constante Cosmológica da Teoria geral de Einstein, ambas a serem mostradas em meu curso “Einstein para Todos”.

 About the seminar held in the Physics Department-UFMG-Brazil, last Friday, when Dr Luis Abramo presented the up-to-date issues in Modern Cosmology. The main questions, related to the accelerating expansion of the Universe, dark matter (90% of all baryonic -gravitational- matter; to account for the dynamical behavior of the remaining 10% visible matter is well established. In addition to that, the last models demand that ~70% of all stuff  in the universe is made of dark energy, responsible for the accelerated expansion. This means that the visible matter would be only about ~3% of the whole Universe. The creation of virtual pairs (e.g.: electron-positron, from the vacuum field fluctuations) is supported by the accelerating Universe, as set up by de Sitter’s model ; Einstein’s Cosmological Constant is also awaken; both subjects to be explained in my “Einstein for Everyone” lectures.


Responses

  1. Gostei da sua explicação sobre o grid, obrigada pelo comentário lá no blog!
    O você acha de explicar por aqui o negócio da computação quântica? Fiquei curiosa!
    E o seu blog está ficando ótimo🙂

  2. Eu é que agradeço seu comentário no meu blog. Vou pensar num modo “à la Física Fácil” para explicar, também a seus leitores, como a computação quântica representará um salto qualitativo (ou seja: operação segundo uma nova concepção, diferente da computação digital/binária).


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: