Posted by: Aba Cohen | August 6, 2010

O Brasil, o LHC/CERN e o custo da pesquisa

O Brasil não precisará mais participar indiretamente das operações do LHC/CERN, como vinha fazendo através da atuação de dezenas de cientistas brasileiros em trabalhos desse grande Consórcio Europeu. A Oganisation Européene de Recherche Nucléaire-CERN (Organização Européia de pesquisas nucleares) está abrindo a possibilidade de paises emergentes participarem oficialmente do consórcio, entrando com uma parcela anual da ordem de ~US$10 milhões, valor  financeiro simbólico quando comparado com o investimento global (~US$ 10 bilhões) feito somente no LHC, até o momento.

É comum se ouvir críticas quanto ao alto custo da pesquisa científica. Isto sempre vem de quem não tem idéia do retorno que a ciência traz para a nação que investe,  muito embora todos reconheçam os enormes benefícios que ela traz para a humanidade. Entrar para/participar  do LHC/CERN com US$10 milhões é um privilégio que jamais conseguiríamos se tivéssemos que investir o valor real de tão grandiosa envergadura. 

A pergunta que se faz é: “Porquê  investir em Física de Altas Energias? e o que esse empreendimento poderá nos trazer?” Respondemos a essas duas questões com duas abordagens: A primeira e mais fácil de o grande público entender está nos benefícios indiretos: O CERN já “gastou” ao longo de sua história mais de uma dezena de bilhões de dólares – e, em função da necessidade de comunicação entre os cientistas, surgiu como sub-produto nada menos que a WWW – Perguntamos: quantos trilhões de dólares a World Wide Web  já gerou para a humanidade? Adiciono mais um ponto nesse “progresso indireto”: No momento o CERN utiliza o GRID para realizar computação interdistribuida – ouviremos falar desse subproduto do CERN muito em breve e certamente outros trilhões de dólares serão movimentados na economia global.

No entanto, o mais importante e menos tangível está nos benefícios que as novas Fronteiras do Conhecimento podem produzir – Nunca se sabe mas há uma infinidade de novidades em potencial, seja pelo entendimento de novas formas de energia e possibilidades de fusão de forças, como a eletromagnética e a gravitacional. Você já pensou o que isto pode significar para a humanidade? – Que maravilhas surgiriam se daí surgir uma teoria contendo, por exemplo, uma possibilidade de efeito antigravitacional? Desta forma, investir meros US$10 milhões é muito pouco diante do muito que isto poderá representar para a humanidade. A Ciência é Cara? É! Mas ainda é o melhor investimento que a humanidade pode fazer em direção ao conforto, segurança e progresso.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: