Posted by: Aba Cohen | January 22, 2011

A UFMG e o Enem

Dou aqui meu testemunho sobre o sistema de avaliação da entrada discente na UFMG e levanto críticas (no sentido amplo) da adoção do Enem como substituto da 1a etapa no corrente ano. Venho participando da Vida Acadêmica da UFMG há 43 anos, desde que ingressei como estudante de graduação em Física em 1968 e depois, como pós graduando e finalmente como docente/pesquisador onde venho trabalhando desde a década de 70.  Já participei de processos de avaliação seja na 1a ou segunda etapas do vestibular, como elaborador e/ou membro das equipes de correção. Isto me dá o aval necessário para escrever sobre o assunto. A UFMG SEMPRE primou pela qualidade de tudo que passa através de sua estrutura de Pesquisa, Ensino e Extensão, começando pela escolha criteriosa do Elemento Humano (cerca de 50 mil  professores, funcionários e alunos em diversos níveis da graduação ao pós-doutorado), a funcionar como engrenagens afinadas e de excelente qualidade, a trabalhar na bem arquitetada máquina de gerar e difundir conhecimentos. TODOS os vestibulares anteriores a 2011 foram realizados com extremo critério de qualidade pedagógiga, segurança e sigilo. Não se tem notícias de problemas de grande monta prejudicando milhares, centenas e nem mesmo dezenas de candidatos tomados como grupo. Nem por isto a UFMG se fechou à possibilidade de recursos que podem normalmente sugir -e sugiram- mas sempre em nível individual.

Ao adotar o Enem  como substituto da 1a etapa do vestibular 2011, a UFMG trocou toda a história de décadas de extremo sucesso por um processo hiper-massivo de avaliação -avisado na última hora- sem avaliar as consequencias que uma seleção envolvendo mais de 4 milhões de  pessoas pode gerar. Não foram suficientes os problemas de vazamento em 2009/2010. Em 2010/2011 novos problemas de erro em cadernos, gabaritos trocados, anulamento de milhares de provas sem uma justificativa clara, disputas em dezenas de milhares de batalhas judiciais não só comprometem essa aberração massacrante como também compromete a qualidade da futura massa a incorporar os nossos quadros. Ao aceitar as mais de 3300 liminares coletivas de candidatos que se sentiram prejudicados pelo Enem -esperamos que consigam fazer valer seus direitos- a UFMG deu uma demonstração de cautela e  maturidade bem no estilo Mineiro. Infelizmente estas foram derrubadas por decisão superior mas, providencialmente, as liminares individuais (no momento19) persstem e serão acatadas.

Espero que isto sirva de exemplo e alerta para que no futuro se adote algo menos massacrante para os nossos jovens. Sabemos que há algumas vantagens no Enem, como o fortalecimento do ensino médio em geral e também bons exemplos a se herdar como a adoção da TRI (Teoria de Resposta ao Item) que é um aperfeiçoamento na busca de nivelar diferentes avaliações para um mesmo fim. Mas os defeitos embutidos nesse sistema de avaliação infelizmente são muito maioes: Certamente o MEC reconhece o pesadelo que são as questões de SEGURANÇA, LOGISTICA (distribuiçãoe aplicação de milhões de provas num pais de dimensões continentais), DISPUTAS JUDICIAIS, DESGASTE POLÍTICO do Governo dentre muitos outros. Por nosso lado criticamos a QUALIDADE DAS PROVAS, EXAGERO NA EXTENSÃO DOS TEXTOS, STRESS criado em toda uma geração de jovens que irão administrar o pais nas décadas de 2020 em diante… O CUSTO é muito grande e esperamos que a UFMG (pelo menos ela) possa considerar seriamente, para 2012,  a possibilidade de voltar ao sistema de 2 etapas para a avaliação de seu corpo discente.


Responses

  1. Veja no meu blog que a TRI pode dar segurança ao ENEM, via CAT: http://bit.ly/TRI_ENEM

    • Agradeço sua intervenção esclarecendo o funcionamento da TRI.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: